Follow by Email

Sunday, November 19, 2006

A Menina da Lua Nova


O ano lectivo 2005/2006 foi negro para o clube Tapete Mágico. Depois de 10 anos de intensa actividade o clube teve como recompensa o desalojamento das instalações cedidas nas Oficinas de Carpintaria. O material andou ao Deus dará, à mercê de alunos mal formados que vandalizaram muito do espólio acomulado ao fim de todas estas produções.
Sem sala, sem horário da professora para trabalhar às 4ªs à tarde, sem uma arrecadação digna para preservar o material, o clube teve um começo difícil.
Mas a vontade dos alunos, pedindo para que o clube não acabasse foi mais forte. A vontade venceu todos os obstáculos e começámos a ensaiar aos sábados de manhã.
Alguns alunos tinham de levar os irmãos mais novos e o clube, excepcionalmente nesse ano, trabalhou com crianças.

O tema foi o choque de culturas e, depois de um longo processo, nasceu o espectáculo "A menina da Lua Nova". Um espectáculo em tons laranja, com uma réstea de esperança no fim.


5 comments:

paconceicao said...

Adoro esta foto! Um espectaculo bem bonito!!!!

AOliveira said...

Obrigada!
Nós também achámos que valeu a pena o esforço.
E esperamos poder contar com mais fotos bonitas!...
;)

Ana Pacheco said...

loool sem dúvida que estes diálogos por aqui são extraordinários! ora é o mr pedro, or a Dª Ana, ora a honrosa vista da Srª Xantipa ;-p mas, enfim...vim só dizer que tb concordo: foi 1 espectáculo mt bonito e intenso, curto e conciso! shall we keep doing more? Prof quero q me conte as suas ideias!!! (ou nem sequer vou pensar em escrever mais - falácia!! apelo à força...era fixe k fosse terror..ms n s assusta c tao pouco... lool)

Beijinhos!

P.S.: o site da senhora xantipa é mt bom!

AOliveira said...

As minhas ideias... Quanto dão por elas?
No sábado logo partilho as minhas ideias...

Elsa Ferreira said...

Após tanta luta e de tanta insistência por parte de todos os membros e da nossa Mestre conseguimos após o 11ºano de vida do tapetinho, que ele continuasse a voar. Foi um ano tão bom tão gratificante, não só por termos travada uma luta por um espaço de ensaio e ter mos ganho, mas também pelo empenho de todos para que assim fosse.
Esse ano também me marcou por um facto menos bom a perca de um ente querido, pensei que teria e faltar a um espectáculo e ia ser bem substituída pela nossa grande mestre, mas a vontade e a magia deste grupo fez com que conseguisse chegar a tempo de desfrutar do calor que todos me proporcionaram, valeu por tudo o brilho dos olhos dos meus colegas quando me viram e a força que tinha naquele momento era capaz de tudo. Um papel muito gratificante o de Grande Mãe da tribo. Grandes momentos passados pelo segundo ano no Tapete Mágico. Muito obrigada  a Mestre e a todos os meus colegas.