Follow by Email

Tuesday, April 08, 2008

Escrito no Muro




Naquela primavera, entre lúcida e ácida,
tínhamos na noite o rio onde mergulhávamos
inteiros,
e as árvores que alguns de nós,
com amorosa paciência,
pintavam nas paredes,
iam-se enchendo de pássaros.


Eugénio de Andrade, Matéria Solar

1 comment:

Anonymous said...

Come morangos, come Miguel! xD

Que saudades das nossas aventuras no Lethes!